09maria bonita inv09 rahel

Picadeiro fashion

Maria Bonita armou uma tenda circense estilizada para apresentar o inverno 2009 na SPFW. Neste elegante picadeiro, ela pretende trabalhar formas circenses e o faz com absoluta elegância. Nesta temporada, as formas clássicas da alfaiataria surgem renovadas. Danielle Jensen percorre o guarda-roupa masculino de onde resgata os tecidos tradicionais, renovados por novas tecnologias. Entre eles estão flanelas de lã e gabardines, apropriados para um inverno cada vez mais leve. As malhas são confortáveis, nas formas e texturas. Assim são os cardigans e os maxipulls que se transformam em vestidos.

A coleção dá um salto e pula do trapézio do tricô tradicional para o da vanguarda, em que transitam as malhas vazadas, que aparecem com tops, leggings ou mesmo como calças de alfaiataria.

O toque clássico continua presente, mas atualizado pelo desejo de desconstruir as peças, deslocar elementos e construir novas propostas. Assim acontece com a calça que, na verdade, é um macacão tomara-que-caia; com a calça-camisa e ainda com a camisa-vestido. Lapelas se deslocam e palas são estrategicamente colocadas num inteligente jogo de modelagem. Este, aliás, é um ponto fortíssimo da marca. Danielle Jensen, em verdadeiras jogadas de mestre, consegue transformar todo o modelo trabalhando volume em um só ponto da peça.

A designer investe em formas geométricas na linha de blazers – que apresentam um certo perfume de anos 80 – e vestidos em forma de trapézio. O patchwork de Maria Bonita segue uma proposta cubista, mas as cores são sóbrias, assim como em toda a coleção. Prevalecem as variações de cinzas (do mais claro ao grafite), beges e marrons, com pitadas de vinho e rosê.

A nova coleção é, sem dúvida, para mulheres elegantes mas, principalmente, para as altas e esguias.

Moda Brasil + Design aposta nos tricôs e no macacão tomara-que-caia

Eleni Kronka e Mariana Rachel Roncoletta
Fotos: Rahel Patrasso
blog.anhembi.br

publicado originalmente em 20/01/2009