kate obsession

Kate Moss é empresária de linha infantil

A famosa supermodel, Simon Cowell do programa “American Idols” e Sir Philipp Green, o nono homem mais rico da Inglaterra e dono do grupo Arcadia que mantêm a Top Shop se uniram em um projeto que pretende concorrer com a Disney.

Kate, além de assinar uma linha de roupas e acessórios, será a imagem do empreendimento, estipulado em US$ 2 bilhões.

kate e sociosNa foto da esquerda, revirei meu acervo para mostrar pra você, a menina Kate na famosa campanha do perfume Obsession de Calvin Klein realiza em 93 pelo fotógrafo Mario Sorrenti. Na imagem da esquerda: Kate e seus parceiros.

Só para você ter uma idéia, atualmente a primeira colocada é nossa Gisele com US$ 25 milhões e Kate, a terceira colocada pela Forbes com US$ 8.5. Veja o post: Modelos em milhões.

Se Tudor der certo, ela faturará no primeiro ano de negociações, aproximadamente US$ 200 milhões, passando assim a ser a modelo mais bem remunerada do mundo.

Detalhe todo o projeto é voltado para crianças!

Por Mariana Rachel Roncoletta

 

1_12

S/N em alta velocidade

Esta noite, só para convidados acontecerá (no Spot em São Paulo) o lançamento oficial da Revista S/N n.12, organizada pelo fotógrafo Bob Wolfenson e por Helio Hara.

É uma revista feita por brasileiros sobre o Brasil. A publicação provoca o encontro de especialistas das mais diferentes áreas. É nela que se encontram artistas e empresários, fotógrafos e grafiteiros, a moda e a ciência. São criadores que ajudam a transformar o país. Cada qual a seu modo, eles interpretam com total liberdade os temas de cada edição, diz o relese oficial.

Para quem já conhece a revista sabe que suas propostas são bastante interessantes e para quem participa das edições reconhece a liberdade de se expressar. Neste numero, chamado Velocidade, colaboram: Carol Trentini, Chico Aragão, Talytha Pugliesi, Arnaldo Antunes e Marcia Xavier, Cristiane Mesquita, Gui Paganini, Ernesto Neto, Marina Silva, Fernando Lemos, Fernando Laszlo e Jorge MautnerR, Tonho, Vicente de Paulo, entre muitos outros.

Vale a pena colecionar os textos são inteligentes e de cunho pessoais e imagens são no mínimo intrigantes Acompanhe a S/N. A foto, da nova edição: Carolina Dieckaman, Thais Araujo e Giovanna Antonelli clicada por Fernando Torquato.

Por Mariana Rachel Roncoletta

fh2

Materiais inesquecíveis

No post anterior, falei das cores do próximo verão. Neste, apontarei as texturas e materiais que envolverão nossos corpos. Eles são importantíssimos: dão o caimento das peças e formam sutilezas nas composições, que muitas vezes só vemos de perto.

Assim como as propostas de cartelas de cores, os designers mostraram gamas muito diversificadas. Vamos lá?

Os bordados: apliques, paetês, canutilhos, etc. São o must! De diversas cores, nas mais variadas composições, estas peculiaridades de cada peça que são a novidade. Destaque para:

. o look FH que mesclou na mesma peça paetês multicoloridos com flores prateadas;

. o trabalho artesanal de Lino VillaVentura, até sua renda é feita à mão e

. a pesquisa de materiais da Osklen. Lembra do primeiro post do SPFW?

Também temos: renda, algodão, tule, linho, lã fria, neoprene, seda, cetim, organza, organdi, dentre outros. As composições de contas com jacquard de seda de Reinaldo Lourenço são glamourosos enquanto que o trabalho em couro e papel da Animale são quase felinos… Enfim: várias sensações poderão te acolher neste verão. Quer escolher a sua?

 

Mariana Rachel Roncoletta

Fotos: Agência Fotosite

anna wintour_ chanel_met10

+d 60 min de poder para Wintour

Durante a semana de moda de alta-costura, em janeiro deste ano, foi filmado o programa 60 minutes (aquele programa de entrevistas do canal CBS) com nada mais, nada menos que Anna Wintour, editora há mais de 20 anos da poderosa Vogue Americana.

O programa, está disponível on line, a partir desta semana em pequenos pedaços tanto no próprio canal da CBS pelo link: (http://www.cbs.com), como também no You Tube.

Outros canais, já tinham entrevistado Anna, e inclusive, feito uma comparação com ela e a editora vivida por Meryl Street em “O Diabo veste Prada”, filme e livro supostamente inspirados na poderosa fashion editor.

O bacana deste documentário do 60 minutes, é mostrar um pouco, muito pouco, alias, do dia a dia da editora e dos bastidores da mídia de moda. Quem não tem curiosidade em saber como funciona a máquina do glamour e poder? Divirtam-se com o “documentário.”

Mariana Rachel Roncoletta

09fashion rocks2

Os espetáculos entre moda & rock

09fashion rocks1
A semana de moda, Oi Fashion Rocks reúne designers de moda com bandas de rock, patrocinado pela operadora de celular Oi, acontecerá nos dias 23 e 24 de outubro deste ano, no Rio de Janeiro, sob a direção de Paulo Borges, da Luminosidade.

Guy Debord, em seu livro “A sociedade do espetáculo” já dizia: “O espetáculo não é um conjunto de imagens, mas uma relação social entre pessoas, mediada por imagens.” Música e moda sempre proporcionaram uma relação entre pessoas… estou ansiosa para ver a versão brasileira deste espetáculo. Para saber sobre as outras edições (européia e americana), navegue pelo link: www.fashionrocks.com

Marc Jacobs e Versace são os nomes internacionais já confirmados. Cada marca desfila na presença de uma banda – não foram divulgadas quais, apenas Mariah Carey, quem será que a cantora irá acompanhar? Entre as nacionais, está a marca de moda praia Lenny, as outras 3 ainda não foram mencionadas.

O evento, é um mega-show, sendo que o público pode comprar seus ingressos à partir de julho. Fique de olho!

Mariana Rachel Roncoletta
Fotos: site www.fashionrocks.com

09prada transformer

Transformer Prada

A estrutura de aço de 21 metros coberta por um finíssimo nylon branco, foi construída como um pavilhão mutante: seus quatro lados podem ser utilizados como bases da estrutura, dependendo da “função” do pavilhão.

No site, www.prada-transformer.com, o arquiteto holandês Rem Koolhaas, responsável pelo projeto, explica que o pavilhão, ao girar com a ajuda de guindastes, fica perfeito para exposições de arte, cinema (devido ao projetor e assentos), desfiles e ainda para projetos especiais.

O conceito do trabalho está em construir um único espaço de apresentação que possa acomodar e transmitir a interação entre estas “disciplinas”: arte, arquitetura, moda e cinema.

Até o dia 24 de maio, em Seul, estará exposto a coleção de saias “Waist Down” da socióloga Miucca Prada, responsável pelo departamento criativo da marca. A programação completa você pode ver no site da marca italiana.

Mariana Rachel Roncoletta
www.espacofh.com.br

09maria bonita inv09 rahel

Picadeiro fashion

Maria Bonita armou uma tenda circense estilizada para apresentar o inverno 2009 na SPFW. Neste elegante picadeiro, ela pretende trabalhar formas circenses e o faz com absoluta elegância. Nesta temporada, as formas clássicas da alfaiataria surgem renovadas. Danielle Jensen percorre o guarda-roupa masculino de onde resgata os tecidos tradicionais, renovados por novas tecnologias. Entre eles estão flanelas de lã e gabardines, apropriados para um inverno cada vez mais leve. As malhas são confortáveis, nas formas e texturas. Assim são os cardigans e os maxipulls que se transformam em vestidos.

A coleção dá um salto e pula do trapézio do tricô tradicional para o da vanguarda, em que transitam as malhas vazadas, que aparecem com tops, leggings ou mesmo como calças de alfaiataria.

O toque clássico continua presente, mas atualizado pelo desejo de desconstruir as peças, deslocar elementos e construir novas propostas. Assim acontece com a calça que, na verdade, é um macacão tomara-que-caia; com a calça-camisa e ainda com a camisa-vestido. Lapelas se deslocam e palas são estrategicamente colocadas num inteligente jogo de modelagem. Este, aliás, é um ponto fortíssimo da marca. Danielle Jensen, em verdadeiras jogadas de mestre, consegue transformar todo o modelo trabalhando volume em um só ponto da peça.

A designer investe em formas geométricas na linha de blazers – que apresentam um certo perfume de anos 80 – e vestidos em forma de trapézio. O patchwork de Maria Bonita segue uma proposta cubista, mas as cores são sóbrias, assim como em toda a coleção. Prevalecem as variações de cinzas (do mais claro ao grafite), beges e marrons, com pitadas de vinho e rosê.

A nova coleção é, sem dúvida, para mulheres elegantes mas, principalmente, para as altas e esguias.

Moda Brasil + Design aposta nos tricôs e no macacão tomara-que-caia

Eleni Kronka e Mariana Rachel Roncoletta
Fotos: Rahel Patrasso
blog.anhembi.br

publicado originalmente em 20/01/2009

Peninha, “o desorganizador”

Em meio a movimentação durante a performance dos looks dos alunos da Universidade Anhembi Morumbi, uma turma chamou a atenção. Estamos falando dos músicos que tocaram um som contemporâneo durante o espetáculo. Peninha, professor e “desorganizador musical”, nos conta que idealizou esse trabalho como num jogo musical improvisado: “Os músicos praticavam o lado brasuca de melodias que iam surgindo espontaneamente nos nossos ensaios de improvisação como Garota de Ipanema e Chovendo na Rosa.” Todos, alunos e professores criaram ao mesmo tempo, revezando-se em um improviso coletivo acompanhados pelo trabalho dos 2 DJ´s que davam as texturas musicais um ar técno. Conforme os modelos adentravam a instalação, os músicos sentiam os looks e davam suas notas.

Mariana Rachel Roncoletta e Tauane Modes
blog.anhembi.br

publicado originalmente em 20/01/2009

09osklen edicao2

A beleza da lã orgânica

O styling de Pedro Salles mora nos detalhes. Explico: a coleção é composta de praticamente dois tons, isto é, nuances de cinza mescla e preto. Destacam-se as diversas texturas, como a do moletom tricotado ou nervurado e do tricô resinado que exigem uma edição de looks selecionada pelos materiais, como a lã orgânica. Tais matérias são sustentáveis e afirmam a posição ecossocial da Osklen.
A reconstrução da modelagem hoodie (moletom com capuz) mescla os looks masculinos e femininos nas amplas proporções durante todo o show.Grandes óculos em todos os modelos sugerem didaticamente uma certa atitude intelectual, meio nerd descolado. A marca propõe, através dos personagens da passarela, um humanista que reflete sobre as questões necessárias para reinventar o mundo.

Mariana Rachel Roncoletta
blog.anhembi.br

publicado originalmente em 20/01/2009

Band-aid, um clássico da moda

Acima à esquerda, os pés de Larissa de Sá, abaixo de Vanessa Neves, ambas estudantes de moda. À direita, os da modelo Ana Claudia Michels.

Em plena temporada de lançamentos do inverno 2009 na SPFW, encontramos pela Bienal mulheres com ataduras em seus pés. Ouvidas, todas reclamaram do pouco conforto dos calçados. Sabemos o quanto é complexo projetar calçados, mas band-aid é um acessório de moda?
Mariana Rachel Roncoletta, Maíra Zimmerman e Tauane Modes
blog.anhembi.br